Páginas

quinta-feira, 7 de maio de 2015

1 em 5

                 Quando se é gay num grupo de amigos aonde é tudo hetero, e todos não têm qualquer problema nisso o primeiro pensamento é que ainda bem que os teus amigos sabem pois poderão apoiar-te quando precisares. Por incrível que pareça é que este pensamento está errado tu vais perceber isso com o tempo. Não podemos dar como garantido o apoio do teus amigos quando lhes contas que és gay, estes vão lá estar mas talvez não da maneira que tu pensas-te.

                 Percebes que as coisas não são como imagináveis quando tendo tu uma mentalidade perversa e quando a dada altura és perverso na conversa e o casal do teu grupo de amigos responde-te que também gostas, e lá vão as outras duas amigas rir-se e até lançar mais uma piada. Em vez de teres feito uma piada erótica, tornas-te uma piada sexual. Sendo que no topo dos temas está, sendo tu gay também gostas de "pila no rabinho e na boquinha", mesmo que tu digas que não era algo que fazias. Mas isto já era outro tema para uma conversa com eles que não ia dar em nada.

                 O que me deixa mais de pé atrás no que toca a este assunto com os meus amigos é mesmo o fato de quando tens conversas séries que envolvam casais hetero e as suas possíveis intimidades, tu tens respeito por eles, mas se falaram de um possível caso para ti não creio que exista esse mesmo respeito na totalidade igual à tua. Compreendo que por vezes sejam brincadeiras e piadas ditas mais aceitáveis, acabam por aborrecer deixam-te assim de partilhar coisas da tua vida amorosa e pessoal para não teres de mostrar aquilo que mais acontece, mudança de humor repentina que deixa um mau ambiente e só te apetece sair dali para um local mais sozinho, embora não o faças por respeito.


7 comentários:

Briana disse...

É sempre complicado.. Nunca passei por tal situação nem ninguém do meu grupo de amigos, não te consigo ajudar :S Mas se precisares de falar podes falar comigo, mesmo que sejam coisas de intimidade, posso ser bastante compreensiva e não farei piadas

Vanilla Cream disse...

Não me identifico mas compreendo...

Francisco disse...

E se tiveres um amigo com o mesmo nome que tu. O Panilhas, lololol na melhor das hipóteses

Abraço

João disse...

Tem graça que ainda esta madrugada isso me aconteceu. Estive com os meus amigos mais chegados e um deles, que foi o meu melhor amigo durante muitos anos, já não o via há imenso e falamos sobre a minha vida nos últimos meses. Ao contar-lhe sobre um rapaz que tinha conhecido e que me tenho aficionado, senti que o ambiente estava novamente a mudar entre nós e e os restantes. Tipo silêncio, para eu falar e falar e falar... Depois ele começou a perguntar cenas um pouco parvas do tipo - ah e tal os gays gostam de um certo número de coisas, certo? Tipo, como nós, vocês gostam de fazer certas coisas, né?

Pah, sinceramente fiquei chateado com aquilo, não gostei da forma como ele estava a colocar as coisas mas pronto. Cada vez mais aprendo que existem coisas que mais vale partilhar só com pessoas que nos compreendem. Com as restantes não vale a pena, porque só acabamos por nos magoar.

Luna disse...

Sinceramente, às vezes vejo amigos meus a mandarem boquinhas dessas e nem a mim me metem piada, é parvo.

N a m o r a d o disse...

Nada é garantido e a desilusão surgirá de onde menos se espera.

Denis disse...

Completamente (não normal) mas regular isso acontecer... Simplesmente quem o é ou entende chegará à conclusão correta que é: "Hello!! Sou gay mas continuo a se uma pessoa e não um animal sexual"
Fica bem ;)