Páginas

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Sem saber o futuro não vivo o presente

               Preciso de um choque brutal da vida para ver o que real. Preciso de descanso desta vida com um peso as costas. Preciso por de parte o que sou, aquilo que sinto. Preciso por momentos deixar de ser eu e ver-me como me vêem os outros. Sentir o que os outros sentem ao ver-me. Preciso de sair de mim, preciso de morrer por dentro, para voltar a ser quem era antes de saber o que realmente sou e me mudou a vida. Sem saber o futuro não vivo o presente.


1 comentário: